Diretoria do SINPOL/AC se reúne com Governador Gladson Cameli

0

Cristina Caetano

Após inúmeras tentativas e negociações, a diretoria do Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Acre (SINPOL/AC) foi recebida, na manhã desta quinta-feira (26), pelo Governador do Estado do Acre, Gladson Cameli. Participaram da reunião, marcada após a mobilização dos Policiais Civis em todo o estado, o Diretor Geral de Polícia Civil do Acre, Delegado Henrique Maciel, o delegado Sérgio Lopes e representantes da Associação dos Delegados de Polícia Civil do Acre (Adepol/AC).

Conforme os anseios da categoria, a diretoria do SINPOL/AC cobrou do governador a apresentação de um cronograma de pagamento dos retroativos das promoções, titulações e verbas rescisórias dos Policiais Civis e da necessidade de melhorias nas condições de trabalho e nas estruturas físicas das delegacias de Polícia Civil do Acre.

De acordo com o presidente Tibério César da Costa, algumas deliberações positivas, na visão da diretoria do SINPOL/AC, foram tomadas na reunião. “Apresentamos todas a situação, e o governador pontuou, caso a caso, possíveis soluções para os problemas apresentados. Na reunião conseguimos, de forma pontual, uma data limite para apresentação do cronograma de pagamento dos retroativos, onde o governado Gladson Cameli se comprometeu a apresentar, até 15 de novembro deste ano, o cronograma de pagamento”, disse o presidente do SINPOL/AC.

O presidente do SINPOL/AC, enfatizou ainda que o governador se comprometeu a incrementar o valor destinado ao Banco de Horas da Polícia Civil e resolver os problemas estruturais das unidades policiais. “Nós vimos o empenho, por parte do governo, em resolver esses problemas. Já existem projetos e planos que visam as melhorias das nossas condições de trabalho”, afirmou Tibério César da Costa.

Com os resultados da reunião, a diretoria do SINPOL/AC agradece a todos os Policiais Civis que participaram das mobilizações e solicita que seja mantida a Operação Cumpra-se a Lei até a próxima quarta-feira (2), quando será realizada uma Assembleia Geral Extraordinária para novas deliberações a respeito do andamento das negociações com o governo.

Compartilhe.

Comentários estão desativados.